Projeto converte óleo usado em ajuda financeira para manter serviço de coleta e ações de educação e preservação ambiental

O projeto Papa Óleo está ativo a mais de 7 anos

A USE de Três Lagoas continua com a campanha Papa Óleo que destina o óleo corretamente e converte em ajuda financeiras que ajudam a manter a logistica de coleta e educação ambiental a mais de 7 anos.

O projeto iniciou em maio de 2014 com simples coletas em residencias e chegou a atenter todas as escolas de Três Lagoas com atividades de educação e preservação ambiental, hoje, em plena atividade, graças a coleta do óleo e doações vindas de pressoas físicas e juridicas não governamentais, consegue atender a coleta em domicio de qualquer quantidade de óleo, com isso a população não tem disculpa pra jogar o óleo na pia ou no chão.

O projeto atende a restaurantes, empresas e residencias através do DISK PAPA ÓLEO 67992888932.

Desde o seu inicio em 2014, o projeto não teve nenhum apoio vindo da prefeitura ou do Estado, apesar de fazer um trabalho que seria de competencia do goverdo, os motivos são devidos a interesses de servidores dentro da própria prefeitura e camara municipal em tentar emplacar um projeto parecido que por muitas vezes houve tentativas frustadas, um exemplo é um assessor da camara municipal de Três Lagoas que criou uma empresa de reciclagem e tenta fazer o trabalho de coleta de óleo na cidade apesar de ter sido acuso de furtar o óleo do projeto papa óleo em 2019 conforme matéria do JPNews de 2 de março de 2019.

Apesar de todas as tentativas de ligados ao legislativo e a prefeitura em prejudicar o projeto papa óleo, os trabalhos continuam preservando milhões de litros de água por dia, seria uma penas se o poder publico conseguisse derrubar projetos como esse pois outros vários projeto foi implantados na cidade do qual nenhum durou mais de 2 anos, mesmo que tivesses recursos vindos da prefeitura ou do governo.

Problemas enfrentados pelo projeto Papa Óleo:

1- Houve uma tentativa de conseguir um terreno que podesse ser usado pelo projeto, uma vez que a prefeitur doou e até hoje doa enormes terrenos a grandes empresas, porque não doar um pedacinho para um serviço de utilidade publica e preservação do bem preciso que é a água, tentamos mas fomos barrados por que não temos dinheiro;

2- No primeiro ano em que o prefeito Angelo Guerreio tomou posse juntamento com vereadores e o asssessor acima mencionado, a prefeitura proibiu as ações de educação e preservação ambiental feitas pelo papa óleo nas escolas, ações essas que retirou e continuaria retirando milhares de litros de óleo do meio ambiente, contiamos tentando, mas fomos barrados;

3- Mesmo o projeto sendo de utilidade publica, publicado no diário oficial Lei 3073 de 8 de março de 2016, todos as taxas de serviços que necessitam da prefeitua são cobradas.

4- Existe uma grande dificuldade em toda documentação ambiental que se necessitam da prefeitura chegando um processo a ficar ano dentro prefeitura para obter um parecer. Isso acontece com grandes empresas que tem dinheiro?

5- Em 2019 um assessor da camara criou uma empresa e tentou fazer coleta de óleo na cidade se passando pelo projeto papa óleo, prejudicondo muito o projeto pois até tambores do papa óleo foram roubados e apenas alguns foraram recuperados plea polícia, na époco o assessor chegou a ser isonerado mas o mesmo nem saiu da camara de vereadores e foi contratado novamente.

Com tudo isso, sem ajuda nenhuma de nosso governantes e vereadores, só poderemos contar com VOCÊ e nossos esforços!

Queremos continuar preservando e prestando este serviço a sociedade, você quer nos ajudar fazendo uma pequena doação?

Você pode ajudar nossa organização doando um R$ 1,00 ou qualquer valor que sentir no seu coração, com sua doação vamos conseguir continuar nossos trabalhos, gerando mais empregos e ajudando mais na preservação e educação ambiental, seja um doação hoje mesmo. Doe  – Chave PIX CNPJ 21109204000135 (fora do Brasil via Paypal atendimento@use.org.br).

Deus te abençoe grandemente pelo seu gesto!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *